Permanecendo leal ao nosso propósito – Por que temos orgulho da Laureate ser uma B Corp

Nos últimos dois meses, vários momentos me fizeram sentir um orgulho ainda mais profundo de nosso status como uma Empresa B Certificada e uma Corporação de Benefício Público (PBC). Enquanto nos preparamos para renovar a certificação como uma B Corp™ em 2020, eu queria dedicar um momento para relatar nosso lugar nesse movimento internacional significativo. Se você não está familiarizado com o significado desses termos, você pode saber mais aqui.

Em agosto, a Business Roundtable propôs uma redefinição do propósito de uma corporação. A Business Roundtable é uma organização que representa os CEOs das principais empresas americanas, que empregam coletivamente mais de 15 milhões de pessoas e geram mais de US$ 7 trilhões em receita anual.

Essa redefinição sugere que as empresas devem se concentrar em: proporcionar valor aos clientes, investir nos colaboradores, lidar de maneira justa e ética com fornecedores, apoiar as comunidades nas quais trabalhamos e gerar valor de longo prazo aos acionistas.

Como era esperado, este cenário gerou muito debate, principalmente na imprensa especializada em negócios, sobre o que pode e deve impulsionar as empresas hoje e no futuro. Pessoalmente, fiquei satisfeito ao ver esse debate acontecer.

Nos últimos 20 anos, a Laureate incorporou discretamente a nossa filosofia Here for Good na maneira como operamos e na promessa que fazemos a cada um de nossos graduados. Tornar-se uma B Corp™ em 2015 foi uma extensão natural disso. A convocação da Business Roundtable está muito alinhada com os domínios contemplados pela certificação B Corp™ – e entendo ser importante observar a consistência das ações globais para melhorar os relatórios, a transparência e a responsabilidade no impacto que os negócios estão criando no mundo e para o mundo.

Em meados de setembro, tivemos o prazer de receber seis de nossos estudantes da nossa rede aqui em Baltimore – Gabriella Saporiti, da Universidad del Valle de México (UVM), na Cidade do México, Bárbara da Camara Santos Marinho, da Universidade Potiguar (UnP), em Natal (Brasil), Lisa Angelica Mestres, da Universidad Privada del Norte (UPN), em Trujillo (Peru), Christian Cullen, da AIEP, em Talca (Chile), Angelica Moncada, da UNITEC em Tegucigalpa (Honduras), e João Fernandes do Centro Universitário IBMR, do Rio de Janeiro (Brasil).

Nem todos os nossos colaboradores têm a oportunidade de visitar os campi e conhecer nossos excelentes alunos e professores, por isso, visitas como essa sempre geram um impacto duradouro, lembrando-nos de forma valiosa do porquê todos devemos sentir orgulho de trabalhar para a Laureate. Cada aluno compartilhou conosco a sua própria jornada pessoal e as maneiras pelas quais estão aplicando as habilidades técnicas, o conhecimento acadêmico e a paixão pessoal para gerar um impacto positivo em suas comunidades. Gabriella está até criando sua própria B Corp™ – da qual estamos incrivelmente orgulhosos.

Enquanto estiveram nos Estados Unidos, cada um desses seis alunos também atuou como um Embaixador dos Estudantes da Laureate no B Corp Champions Retreat de 2019, juntamente a mais de 600 outros participantes de empresas B Corp™ em todo o mundo.

Ao considerar como apoiar mais adequadamente esse evento anual e como aumentar a visibilidade da Laureate nessa comunidade, não consegui pensar em melhor maneira do que enviar nossos estudantes não apenas como participantes do evento, mas como voluntários e cooperadores.

Quando essa comunidade de mais de 600 pessoas se reuniu em Los Angeles, ela foi recebida pela primeira vez no credenciamento pelos instigantes Embaixadores dos Estudantes da Laureate – alunos cheios de paixão, orgulho e compromisso de oferecer uma contribuição positiva para o mundo. Ainda estamos recebendo os feedbacks sobre o impacto que nossos alunos geraram durante o evento e, para aqueles que não conheciam a Laureate, não consigo pensar em uma primeira impressão melhor.

Por fim, como muitos de vocês devem saber, durante a Assembleia Geral das Nações Unidas (atualmente em andamento em Nova York), empresas, ONGs e governos se reúnem para discutir o progresso em relação aos dezessete Objetivos de Desenvolvimento Sustentável  (ODS).

Este ano, as organizações B Corp™, incluindo a Laureate e a Ben and Jerry’s, foram incluídas em um painel de discussão focado na contribuição que as empresas B Corp™ estão fazendo para alcançar as ODS. Embora nosso foco natural esteja no Objetivo 4 – “Garantir educação de qualidade inclusiva e equitativa e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos”, obviamente reconhecemos que, sem acesso a uma educação de qualidade, outros objetivos como trabalho e crescimento econômico, ação climática, inovação da indústria e infraestrutura, e a erradicação da pobreza, nunca serão alcançados ou sustentados.

Durante essa conversa, tivemos o prazer de compartilhar que, em 2018, a Laureate ofereceu mais de US$ 750 milhões em bolsas de estudo e descontos para criar acesso adicional ao ensino superior de qualidade e que 46% de nossos alunos vêm de populações tradicionalmente menos favorecidas.

Tenho orgulho de que, como empresa e como rede, não estamos à margem somente ouvindo esses debates. Estamos participando deles e, o mais importante, estamos gerando um impacto duradouro.

Desde que entrei para a Laureate em 2008, senti uma profunda conexão pessoal com a nossa missão. Ter a confiança de estudantes, de famílias e de comunidades para oferecer educação que prepara cidadãos para o sucesso em todas as etapas de suas carreiras é um privilégio e uma responsabilidade que levo muito a sério.

Além desse senso pessoal de responsabilidade, também temos uma importante responsabilidade corporativa como uma empresa que emprega mais de 60 mil colaboradores em todo o mundo. Devemos garantir que a maneira como fazemos negócios seja do mais alto padrão e esteja a serviço de todas as partes interessadas, incluindo estudantes, professores, administrativos e acionistas. Nossa certificação como B Corp™ nos ajuda a monitorar isso e identificar áreas nas quais podemos continuar a melhorar.

Como todas as empresas do mundo, a Laureate está mudando, por isso novos desafios e oportunidades que exigem nossa atenção todos os dias estão surgindo. No entanto, é importante ter um momento para lembrar que o trabalho que estamos fazendo, as decisões que estamos tomando e o impacto que estamos possibilitando – estão conectados a algo maior que todos nós. Criar acesso ao ensino superior de qualidade não é apenas a missão da nossa empresa, é a única coisa que enfrentará os desafios globais mais significativos do nosso tempo.