Levando Saúde e Bem-Estar para Comunidades Vulneráveis em São Paulo

Para ajudar a melhorar a saúde e o bem-estar de pessoas em situação de rua que vivem em São Paulo (SP), o professor Mário Vicente Guimarães fundou a entidade Médicos do Mundo, uma organização sem fins lucrativos que presta assistência multidisciplinar às pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade. Com o apoio da professora Elaine Peixoto, a cada mês, estudantes voluntários da Universidade Anhembi Morumbi (UAM) vão às ruas para prestar serviços indispensáveis a essa população muitas vezes negligenciada.

O professor Mário Vicente Guimarães, membro do corpo docente da UAM, durante seu trajeto diário de metrô para o trabalho, inspirou-se a encontrar uma maneira de ajudar pessoas em situação de rua depois de perceber as dificuldades que enfrentavam. Em 2015, fundou a organização Médicos do Mundo e iniciou o projeto Médicos de Rua, uma iniciativa que segue o modelo de um projeto de medicina de rua em que trabalhou ao concluir seu mestrado em Boston, nos EUA. Por meio do Médicos de Rua, ele conseguiu aproveitar seu conhecimento como neurologista e professor na UAM para gerar um impacto positivo na comunidade.

Depois de recrutar a professora Elaine Peixoto, os dois começaram a desenvolver uma estratégia para levar cuidados diretamente às pessoas, em um local que fosse centralizado e os pacientes pudessem acessar facilmente. Eles incentivaram os estudantes a se juntarem e começaram a ir às ruas de São Paulo para realizar exames de saúde e check-ups médicos gratuitamente.

Perguntas e Respostas com Médicos de Rua

  1. O que significa Here for Good para você?
    Professor Mário: Here for Good significa ajudar outras pessoas que estão em uma situação vulnerável e, para mim, isso representar cuidar de pessoas que têm doenças. E conquistar o prêmio Here for Good é o reconhecimento do maravilhoso impacto que o projeto Médicos de Rua está tendo em nossa comunidade e a constatação da missão Here for Good.
    Professora Elaine: para mim, Here for Good significa ser e fazer o bem para os outros, especialmente para aqueles que mais precisam.
  2. Como o UAM ajudou a aprofundar e acelerar o impacto que você está tendo no mundo?
    Professor Mário: a UAM ajudou-nos a incentivar os alunos a participar e apoiar a iniciativa, especialmente no seu centro de saúde integrado. A instituição também nos concedeu a oportunidade de reunir os melhores professores e profissionais de saúde, bem como transmitir nossos conhecimentos aos alunos.
    Professora Elaine: a UAM me ajudou a ser docente, ampliou meu círculo de amigos e me forneceu oportunidades de ajudar outras pessoas com uma equipe multiprofissional.
  3. Há 1 milhão de alunos e mais de 65 mil colaboradores e professores em toda a rede Laureate, como você se sente como vencedor deste importante prêmio?
    Professor Mário: este reconhecimento ajuda a demonstrar a real importância desta iniciativa para a UAM, para a nossa comunidade e, especialmente, para o nosso país. Eu acredito que isso pode contribuir na ampliação de nossas conquistas para mais pessoas na comunidade.
    Professora Elaine: me sinto muito feliz e reconhecida por ter recebido esse prêmio; no entanto, minha maior alegria foi ver o impacto positivo que tivemos com um projeto tão nobre. Estamos recebendo mais doações e fazendo uma equipe maior para ajudar as pessoas em situação de rua e, para mim, isso é inestimável.
  4. Qual é a sua mensagem para os alunos da rede Laureate?
    Professor Mário: faça o seu melhor e utilize as suas habilidades ímpares e as oportunidades que são oferecidas para ajudar a mudar o mundo por meio do amor.
    Professora Elaine: caros alunos, aproveitem o que a universidade tem para você, participem de projetos sociais, enxerguem as pessoas sem fazer julgamentos e com o coração aberto para ajudá-las.
  5. Qual é a sua mensagem para outros docentes/colaboradores da rede Laureate?
    Professor Mário: seja o exemplo para seus estudantes e colegas mudarem o mundo por meio do amor.
    Professora Elaine: caros professores, convidamos todos a nos ajudar a prestar assistência as pessoas que precisam de apoio. Convidamos você a fazer parte deste projeto ou iniciar algo semelhante em sua instituição. Podemos ajudá-lo com o planejamento e a implementação. Somos uma equipe e juntos podemos reduzir o sofrimento de humanos e animais