Laureate Student Ambassador: Lisa Mestres

Quando Lisa Mestres tinha apenas cinco anos, deixou o único mundo que conhecia para trás. Nascida em Nova Iorque (EUA), mudou-se com a família para Trujillo (Peru). Ela contou que seus pais estavam em busca de uma vida melhor para seus filhos.

“Minha mãe estava preocupada com a forma como o ambiente nos afetaria e acreditava que essa influência poderia nos levar a um caminho não tão bom”, relembrou Lisa.

Embora tenha nascido de uma mãe peruana, Lisa não falava muito espanhol e, imediatamente, achava difícil se aproximar de outras crianças.

“Na maioria das vezes, eu não entendia quase nada do que estavam dizendo e eu tinha um sotaque difícil para eles entenderem, pois estava aprendendo Inglês até então”, mencionou a jovem de 20 anos. “Eu ficava frustrada e, por isso, não gostava de sair com outras crianças porque elas falavam apenas espanhol. Então, eu me isolava.”

As marés logo mudariam para Lisa quando ela conheceu uma professora bilíngue. Ela foi capaz de aprender rapidamente e, ao superar as barreiras culturais e linguísticas, descobriu que desejava ajudar os outros da mesma maneira que havia sido ajudada.

Aos 17 anos, trabalhou para uma organização chamada Spanglish e atuou como voluntária para ensinar inglês a crianças de comunidades menos favorecidas.

“As crianças são inspiradoras”, ressaltou Lisa. “Você pensa que sabe tudo sobre a vida e, quando começa a ensinar crianças, percebe rapidamente que não.”

E, agora, ela espera causar um impacto ainda maior. Lisa está no terceiro ano de seus estudos em Negócios Internacionais, na Universidad Privada del Norte (UPN).

“Quando alguém me perguntava o que eu queria estudar, eu respondia negócios”, relatou a estudante. Uma razão para isso foi ter visto seus pais administrando e operando uma pequena empresa quando ela ainda era criança. Eles administravam uma galeria onde os comerciantes vendiam roupas e outros itens ao público.

“Eu via as conexões e os relacionamentos que eles construíam com as pessoas e sonhava em um dia poder fazer isso sozinha”. Embora de origem humilde, a criação de conexões é uma segunda natureza para Lisa, que encontrou várias oportunidades para fazê-la.

Além de ser escolhida como uma estudante dentre os seis embaixadores que representarão a Laureate International Universities no B Corp Champions Retreat 2019, recentemente ela foi selecionada para fazer parte do Programa de Líderes Emergentes nas Américas da UPN e viajará para o Canadá no próximo ano.

Lisa também atua como embaixadora estudantil nesse programa internacional. Em sua posição, ela ajuda estudantes de todo o mundo a se adaptarem à universidade, campus e cultura do Peru.

“Não temos o costume de utilizar todos os recursos que estão à disposição. É bom poder ajudar os alunos e seus processos”,

disse Lisa sobre o motivo pelo qual começou a se voluntariar como embaixadora.

E ajudar os outros é o seu mantra. Lisa quer ser uma empreendedora como seus pais e, embora não saiba especificamente o tipo de negócio que gostaria de administrar após a sua formação, ela já sabe que gostaria de encontrar um meio termo entre ganhar dinheiro e fazer o mundo um lugar melhor para os peruanos.

“Acredito que há muito o que fazer aqui (no Peru)”, disse ela. “Se eu puder contribuir da menor maneira possível, quero fazê-la. Quero fazer parte das pessoas que estão realizando e alcançando os seus sonhos e fazendo com que os outros percebam que nem tudo acaba aqui no Peru. Eu gostaria de mostrar às pessoas que, se eles se esforçarem, podem chegar muito mais além do que imaginam.”