Construindo uma Vida Melhor Para as Crianças em Lares Adotivos

Em 2017, Lorena Vidal e Marcelo Lucero, membros do corpo docente do AIEP, coordenaram um projeto de serviço comunitário para reformar um lar adotivo com a ajuda de alunos da Faculdade de Engenharia e Construção do AIEP. Hoje, o programa Juntos por laInfancia está reformando 11 laresinfantis em 10 regiões diferentes do Chile. 

Como educadoras, Lorena Vidal e Marcelo Lucero acreditam no poder da educação para transformar as comunidades. Transformando essa crença em ação, em 2017 eles organizaram um projeto de serviço comunitário em benefício da Casa das Crianças Pablo VI, na cidade de San Felipe, localizada a 80 quilômetros ao norte de Santiago. A Casa Pablo VI é o lar de mais de 40 crianças e jovens, de 4 a 18 anos, que foram separados de suas próprias famílias para proteger seus direitos. Reunindo mais de 150 estudantes e professores voluntários de engenharia do AIEP, Lorena e Marcelo lideraram a equipe para melhorar a infraestrutura da casa, consertando o teto e o sistema elétrico, pintando e trocando portas, instalando nova infraestrutura de água potável e consertando as ruas de acesso. A equipe também desenvolveu planos de emergência e prevenção de riscos para o lar. 

Este projeto evoluiu para o Juntos por la Infancia e, hoje, com o apoio contínuo dos voluntários e empresas locais do AIEP, o projeto está replicando o mesmo modelo em 11 outros lares adotivos em 10 diferentes regiões do Chile.

“O projeto começou com uma ideia simples. Pensamos que se estivéssemos ajudando a mudar o futuro dos adultos por meio da educação, poderíamos também contribuir para melhorar o futuro das crianças em nossas próprias comunidades”, disse Lorena. 

Um aspecto fundamental do projeto é envolver o maior número possível de públicos de interesse da comunidade, incluindo empresas locais, órgãos de comunicação e governo para gerar o máximo impacto. O projeto não beneficia apenas as crianças que moram na casa, mas também os trabalhadores e voluntários da María de Luz Foundation, a organização que administra os lares adotivos. 

“O verdadeiro valor da educação é ajudar os estudantes a se tornarem pessoas e membros da comunidade melhores”, afirmou Marcelo, que vem de uma família de educadores com tradição de ajudar os outros e servir a comunidade. “Os estudantes muitas vezes ficam envolvidos em suas responsabilidades diárias, mas por meio da abordagem prática do projeto, nós expomos eles a novas realidades, ajudando-os a ver a essência da responsabilidade social como parte de sua carreira escolhida.”  

A visão de Lorena e Marcelo é replicar essa iniciativa nas 24 comunidades que o AIEP atende no Chile. “Como membros do corpo docente, nosso desafio é mudar vidas. Temos em nossas mãos o futuro daqueles que decidirão o futuro do Chile e, portanto, é nosso dever, como educadores, promover o valor da solidariedade para alcançar uma sociedade mais justa e equitativa”, comentou.