Alunos da Universidade Anhembi Morumbi Conquistam Primeiro Lugar na Laureate Culinary Cup 2018

Em junho, o Instituto Profesional AIEP recebeu a quinta edição da Laureate Culinary Cup (LCC), em Santiago (Chile). O evento reuniu 12 times dos cursos de Gastronomia da rede Laureate em nove países: Austrália, Brasil, Costa Rica, Chile, Honduras, México, Panamá, Peru e Turquia. Os estudantes da Universidade Anhembi Morumbi (UAM), Ricardo Tetsuo e César Albuquerque, levaram para a casa o prêmio principal com um cardápio inspirado no trabalho de Tomie Ohtake, famosa artista plástica em São Paulo. Nesta edição, a diretora de Hospitalidade e Gastronomia da Laureate Brasil, Rosa Moraes, conversa com os alunos da UAM vencedores da competição de 2018.

Rosa Moraes: o que significa para você e para a sua carreira a conquista da Laureate Culinary Cup?

Ricardo: a LCC é uma excelente oportunidade para compartilhar com colegas de todo o mundo, aprender novas técnicas e sobre novas culturas. Este prêmio tem aberto e continuará abrindo portas para nós. Tivemos professores incríveis que apoiaram cada passo em nosso caminho. Essa riqueza no relacionamento é uma coisa incrível e faz parte da nossa conquista. Tudo isso cria uma cadeia de valores e de aprendizados que muitos estudantes não têm a oportunidade de experimentar.

César: a conquista da LCC representa um tremendo esforço e realização. Significa que limites podem ser superados, que experiência faz a diferença. O processo até a conquista deste inédito troféu foi de um aprendizado intensivo. Uma grande experiência de intercâmbio de conhecimento com o Brasil e o mundo.

RM: a LCC é um evento internacional com participantes de nove países. Quais você acha que são as vantagens de pertencer a uma instituição que faz parte da rede global da Laureate?

Ricardo: apenas organizações do tamanho da Laureate conseguem realizar eventos assim. São nove países competindo, demonstrado suas técnicas, habilidades, posturas. Não existe algo igual como este evento, focado em estudantes e com este grau de excelência, em outras instituições. Essa é a vantagem da internacionalidade da rede. Esse conjunto de possibilidades nos torna profissionais diferenciados, sem dúvidas. Isso também permite uma visão e abrangência internacional.

RM: como sua instituição ajudou você a se preparar para a competição? O que o UAM oferece que outras universidades tradicionais não oferecem?

César: a UAM é pioneira aqui no Brasil em Turismo e Gastronomia. Durante todo o processo, nosso corpo docente altamente qualificado estava sempre disposto e contribuiu longas horas guiando e ajudando em nosso preparo, uma dedicação além de suas obrigações profissionais e pessoais. Este foi definitivamente um impulso significativo para o nosso desempenho.

RM: um dos objetivos da LCC é compartilhar sua cultura por meio de sabores e criatividade. O que você acha que os participantes internacionais aprenderam sobre a cultura brasileira por meio dos pratos?

Ricardo: nosso menu foi inspirado no trabalho de Tomie Ohtake, uma artista japonesa radicada no Brasil. Por trás disso, também consideramos os 110 anos de imigração japonesa, mostrando a importância da cultura de outros povos na formação de nosso país. Destacamos como a arte pode estar diretamente relacionada à gastronomia e como elas caminham juntas na linha da cultura. Acredito que levamos um pouco de nossa cultura artística, dos nossos sabores e da história da formação da nossa sociedade com a importância dos imigrantes no geral.

RM: qual seria sua mensagem para os alunos da Laureate em toda a rede?

Ricardo: aproveitem as oportunidades que a universidade oferece para você! Todas! Desde uma simples palestra até um curso online extra. Aproximem-se de seus professores e chefs. Procurem entender o que realmente significa ser estudante e agarre com unhas e dentes todas as oportunidades que surgirem. Dediquem-se de coração. O tempo passa muito rápido. Lembro uma coisa que o chef Léo Tavares nos dizia quase diariamente: “Ganhar ou perder não importa. Importa como você chega no fim”. Você pode dizer “eu deveria ter feito isto, poderia ter aproveitado mais aquilo, não deveria ter feito isso…” ou você pode chegar no fim, independente do resultado, mais pleno, leve e sabendo que você fez seu melhor e não há espaço para arrependimento.

César: amigos, aproveitem todas as oportunidades. Aqui muita coisa realmente acontece. Na UAM usamos o termo família porque muitas vezes passamos mais tempo na universidade do que em casa. As pessoas fazem a diferença em suas práticas, nos relacionamentos e no valor que agregam ao nosso dia. Viver estas experiências amplia a rede de bons relacionamentos e de grandes possibilidades. Aqui vivemos em um mundo sem fronteiras, de mentes abertas.

“É extremamente gratificante acompanhar a evolução da competição Laureate Culinary Cup ao longo dos anos, um evento que alcançou a sua 5ª edição e sempre revelou grandes cozinheiros em todo o mundo. A Laureate torna-se a cada dia mais referência no mercado gastronômico ao promover essas iniciativas, afinal os candidatos escolhidos sempre apresentam grande potencial e o nível de qualidade exigido em cada evento requer bastante disciplina dos participantes. À medida que acompanhamos o desempenho de nossos alunos, fica evidente que muitos estão bem empregados graças à visibilidade do projeto, que consiste em uma grande ajuda em seus futuros profissionais.”

Rosa Moraes
Diretora de Hospitalidade e Gastronomia da Laureate Brasil

Clique aqui para saber mais e ver fotos do evento.